Destaques


O setor madeireiro tem, aos poucos, se recuperado da recessão que abalou o mercado internacional em 2008. A crise econômica fez diminuir as vendas da indústria de móveis – um de seus principais clientes. Mas o setor tem dado sinais de recuperação. “Temos observado alguns movimentos no setor, como abertura de novas fábricas e acredito que seja um setor que está bastante aquecido por conta do volume de empreendimentos imobiliários”, explica Murilo Jovtei, consultor de negócios da Go4!

Com a diminuição das exportações e das vendas no mercado interno, a indústria moveleira reduziu o ritmo de encomendas e forçou a queda no preço do produto em aproximadamente 25%. Em 2009, por exemplo, as vendas caíram 11%, conforme levantamento feito pela Federação das Indústrias do Estado do Paraná. O Estado é o maior exportador de produtos de madeira.

Mas o fechamento do balanço das exportações do primeiro semestre de 2010 trouxe um novo ânimo para os empresários. Com alta de 7% em relação ao mesmo período do ano passado, exportou-se mais de 184 mil toneladas de madeira, só no Pará. Isso representa uma movimentação de US$ 186 milhões de dólares. Segundo dados da Abimaq - Associação Brasileira da Indústria de Máquinas -, no primeiro trimestre de 2010, o setor de máquinas para madeira registrou um crescimento de 86,1% em faturamento em comparação com o mesmo período de 2009.

Com novas perspectivas, os empresários brasileiros já se preparam para uma das maiores feiras do setor – a LIGNA HANNOVER. Uma forma de apresentar novas tecnologias e soluções econômicas e sustentáveis para o mercado. “Esta será a tônica das empresas participantes da LIGNA HANNOVER”, afirma Constantino Bäumle, diretor da Hannover Fairs do Brasil, representante exclusiva da feira.

Evento de lançamento

A capital paranaense será o palco de encontro de empresários e profissionais do setor madeireiro no próximo dia 24 de novembro. O lançamento da LIGNA 2011 – a maior feira mundial de máquina e equipamentos para a indústria madeireira – será realizado no Vin Bistro, em Curitiba, e contará com a participação de expositores e visitantes. A feira, organizada anualmente em Hannover, na Alemanha, traz alternativas e inovações para otimizar o uso de recursos naturais.

Em 2009, o evento contou com a participação de mais de 80 mil visitantes de 90 países. Cerca de quatro empresas brasileiras participaram da exposição. A presença brasileira na feira teve um forte direcionamento para os setores de energia da madeira e indústria moveleira. Anne de Rios, responsável pela Indumec, conta que a participação na último edição da Feira, em 2009, foi bastante válida. “Foi ótimo, pois atuamos na nossa área de prospecção e conseguimos apresentar novas oportunidades de negócios. Foi nossa segunda participação e já aguardamos pela próxima edição do evento”, explica.
Fonte: Export News

Últimas Notícias

Serviços

Enquete

Como o Sindimam pode lhe ajudar?

Parceiros