Destaques

O Sindicato das Indústrias da Madeira e do Mobiliário do DF, Sindimam, foi fundado em 20 de fevereiro de 1986, por iniciativa de alguns empresários que integravam, na época, o Sindicato da Construção Civil do DF, e acreditavam que o segmento moveleiro do Distrito Federal precisava ser reconhecido formalmente, para melhor fomento do setor na Capital Federal.

 

Entre os pioneiros do setor da madeira e do mobiliário em Brasília, Roberto Maurício Morais, da empresa Modelo Divisórias, na época, convidou alguns amigos, entre eles, Orlando Alves Gertrudes, da empresa Gertrudes Comércio Indústria Importação e Exportação LTDA, e Cláudio da Costa Vargas, da empresa Cimpla S/A Comércio e Indústria do Planalto, para consolidar a primeira Diretoria do Sindimam, a qual assumiu a presidência de 1986 a 1989. O grupo uniu forças para garantir os direitos dos profissionais da madeira e do mobiliário e enfrentou, inicialmente, a burocracia e a morosidade para aquisição da Carta Sindical, que legitima a representatividade da entidade associativa, junto à Secretaria de Relações do Trabalho do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), pois antes mesmo de se concretizar o Sindicato, foi preciso formalizar uma associação do segmento moveleiro.

 

O trabalho sindical começou tímido, com apenas seis empresas associadas, mas com perspectiva de um futuro promissor, com a filiação, desde então, à Federação das Indústrias do DF (Fibra) para nortear as diretrizes do segmento. Os precursores do setor moveleiro brasiliense enfrentaram diversas dificuldades para emancipar a indústria no DF e torna-la igualmente competitiva com os demais estados que já produziam e exportavam móveis.

 

Em 1989, o Sindicam teve o trabalho continuado pelo empresário já presente no âmbito sindical, Orlando Alves Gertrudes, que assumiu a segunda presidência do Sindimam, até 1992, e garantiu a sequência de avanços e conquistas para o setor. Nessa época, o desafio foi vencer a localização geográfica ruim da Capital Federal em relação à aquisição de matéria prima e mão de obra qualificada. Aos poucos, o Sindimam realizou visitas técnicas à feiras e eventos de grande porte do segmento, conquistou novos adeptos, associados, parcerias, convênios e, principalmente, conquistou o respeito do governo pelos profissionais do setor moveleiro brasiliense que produziam e geravam emprego e renda.

 

A terceira gestão do Sindimam foi presidida por Cláudio da Costa Vargas, no período de 1995 a 1998, que, já envolvido com o trabalho desde a fundação, na condição de secretário, pode contribuir de forma significativa para o desenvolvimento do setor. O marco nessa época foi a realização da primeira viagem dos empresários do setor moveleiro distrital ao exterior, com a visita ao Salão Internacional do Móvel de Milão, na Itália, em 1996. A visita técnica foi viabilizada por meio da parceria com o Sebrae, Senai e Fibra. A visita permitiu a expansão do conhecimento em técnicas, equipamentos, tendências, matérias primas, que levaram para Brasília o que havia de mais moderno no âmbito moveleiro.

 

Em 1998, José Luiz Diaz Fernandez, da empresa Móveis German Indústria Comércio Hotelaria e Turismo LTDA, assumiu o quarto mandato do Sindimam, o qual permaneceu por três gestões consecutivas e renunciou um ano antes do fim da terceira gestão, em 2006, para integrar a Diretoria Executiva da Fibra, como tesoureiro. Em sete anos de trabalho sindical, José Luiz Diaz Fernandez, alavancou o setor moveleiro por meio do Projeto Brazilian Furniture,  desenvolvido em parceria pelo Sindimam, pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e pela Associação Brasileira das Indústrias do Mobiliário (Abimóvel). O projeto foi o segundo realizado no Brasil, o qual promoveu as exportações brasileiras e consolidou a imagem de qualidade e credibilidade do móvel fabricado no Brasilem diversos países como Estados Unidos, México, Peru, Chile, Emirados Árabes Unidos, Colômbia, África do Sul, Rússia e Angola. Além disso, Foi realizado duas edições do Salão do Móvel de Brasília, época em que muitas empresas saíram do fundo de quintal e se profissionalizaram. O que gerou quase o triplo de número de filiados ao Sindimam.

 

 

Em 2006, o legado de trabalho do Sindimam foi passado para José Maria de Jesus, que herdou a liderança da segunda edição do Salão do Móvel de Brasília, já em andamento. Na ocasião, foi realizado o concurso de Designer, que gerou uma importante parceria com a Universidade de Brasília (UnB), tanto para os projetos, quanto para as escolas de formação técnica e formação superior na área de designer de móveis. A gestão também foi marcada pela parceria com o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), em que foram realizadas várias mostras de móveis na Fibra, Sebrae e Senai. Outra importante parceria foi fechada com a empresa Usikraft, do Paraná, que produz máquinas para Marcenaria e a Indústria Moveleira, a qual foram disponibilizadas máquinas para o Senai-Taguatinga, para qualificação dos profissionais do setor moveleiro. Nos quase oito anos de gestão, concluída em 2013, também foram fechadas parcerias com a Confederação Nacional da Indústria (CNI), com o Sistema Nacional de Estágio, o Instituto Euvaldo Lodi do Distrito Federal (IEL-DF), a Universidade Católica de Brasília (UCB).

 

Em 2013, Daniel Borges Gomes, assumiu a Presidência do Sindimam e promoveu ações inéditas ao Sindicato para o fortalecimento do setor e do diálogo entre a entidade sindical e o empresário filiado. Nessa gestão foi realizado o ciclo de reuniões itinerantes, em que os encontros com os associados foram realizadas no chão de fábrica das empresas, para troca de experiência entre empresários, além da pauta tradicional. A atualização do estatuto do Sindicato também marcou a gestão, pois o documento já completava 28 anos de existência e não mais condizia com a realidade sindical moveleira. A modernização do portal do Sindicato também foi outra inovação, com a disponibilidade de novas ferramentas, compartilhamento nas redes sociais e acessibilidade em diversos aparelhos. Daniel Borges Gomes deu continuidade às parcerias já firmadas nas gestões anteriores, bem como as visitas técnicas e cursos.

 

Além dos destaques apresentados em cada gestão nestes 30 anos, todos os ex-presidentes do Sindimam realizaram cursos, palestras, workshops, oficinas, visitas técnicas às feiras e eventos de renome do setor moveleiro no Brasil e em outros países.

 

Nesses 30 anos de atuação, o Sindimam construiu uma importante trajetória de trabalho para o fortalecimento contínuo da indústria  da madeira e do móvel do DF. Nas últimas três décadas, o Sindimam sempre trabalhou empenhado em promover a união e a defesa do interesse coletivo dos profissionais do setor. Incentivando o desenvolvimento social, cultural e tecnológico, por meio de ações que valorizem o empreendedorismo e a promoção dos valores humanos. O SINDIMAM hoje atua também junto aos poderes públicos e entidades representativas, defendendo os interesses do segmento, inclusive no que tange à legislação trabalhista, tributária e de meio ambiente. 

 

Diretoria

Presidente: Daniel Borges Gomes

1º Vice-Presidente: Francisco de Assis Da Silva

1º Diretor Secretário: Ladir José Possamai Salvador

2º Diretor Secretário: Sérgio Leandro Galvão de Souza

1ª Diretora Financeira: Derli José Barbosa

2º Diretora Financeira: Luciane de Oliveira Silva

Diretor de Meio Ambiente e Sustentabilidade: Geraldo Vieira de Oliveira

Vice-Diretor de Meio Ambiente e Sustentabilidade: Francisco Benvinda de Oliveira Junior

Diretor de Relações do Trabalho Desenvolvimento: Jose Alves da Silva

Diretor de Negócios Empresariais: Mauricio Fernando Pereira

Vice-Diretor De Negócios Empresariais: Celio Caixeta Magalhães

Conselheiro Fiscal Efetivo: José Erivânio Gonçalves

Conselheiro Fiscal Efetivo: Juarez Muniz De Sousa

Conselheiro Fiscal Efetivo: Wadson Paulo Pereira Junior

Conselheiro Fiscal Suplente: Divino Alves de Oliveira

Conselheiro Fiscal Suplente: Alisson Cavalcante Dares

Conselheiro Fiscal Suplente: Josezito Nascimento Andrade

Delegados Representantes Junto a Fibra Efetivo: Daniel Borges Gomes

Delegados Representantes Junto a Fibra Efetivo: Francisco de Assis da Silva

Delegados Representantes Junto a Fibra Suplente: José Alves da Silva

Delegados Representantes Junto a Fibra Suplente: Mauricio Fernando Pereira

 

 

Últimas Notícias

Publicidade

Serviços

Enquete

Como o Sindimam pode lhe ajudar?

Parceiros